Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Prêmios oferecidos pelo Instituto
Início do conteúdo da página

Os Prêmios “Lafayette de Carvalho e Silva” e “Rio Branco”

O Prêmio “Lafayette de Carvalho e Silva” é uma homenagem a um dos mais longevos diretores do Instituto. Foi idealizado em 1956 pelo Ministro Elmano Cruz, então examinador de Noções Fundamentais de Direito do exame vestibular do CPCD, com o objetivo de agraciar, com medalhas de prata e bronze, os classificados em primeiro e segundo lugar nesse processo seletivo. Em 1978, o prêmio foi estendido, com efeitos retroativos, para os aprovados de mesma classificação nos concursos de provas realizados até então. Não obstante o exame vestibular do CPCD tenha sido descontinuado em 1996, o prêmio continua a ser conferido aos primeiros colocados no exame atual, o CACD.

O Prêmio “Rio Branco” foi instituído por meio da Portaria de 16 de julho de 1959, assinada pelo Embaixador Francisco Negrão de Lima, então Ministro de Estado das Relações Exteriores, com o objetivo de agraciar o primeiro e o segundo colocados do CPCD com medalhas de vermeil e de prata, respectivamente. À semelhança do Prêmio “Lafayette de Carvalho e Silva”, o Prêmio “Rio Branco” teve efeitos retroativos e foi estendido aos alunos mais bem classificados das edições do CPCD anteriores a sua criação. Os alunos do extinto PROFA-I, durante a vigência desse, foram agraciados com o prêmio, o qual continua a ser conferido aos alunos do atual Curso de Formação do Instituto Rio Branco.

registrado em:
Fim do conteúdo da página